Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lembranças

O deslumbramento, o sonho, a sedução, a celebração...

Lembranças

O deslumbramento, o sonho, a sedução, a celebração...

Em preparação, vem aí o ano novo... Começa com a reformulação da equipa: uma nova associação, outras inter-acções...

Mais uma vez, há a certeza de que tudo fica na mesma, apesar da mudança...

Não consigo perceber o caminho. Sinto-me confusa...

Sei que será um ano de "arromba", muito mais difícil do que qualquer outro, tenho a certeza, infelizmente!...

Estou cansada e sem vontade de me implicar embora saiba que apenas sei trabalhar se me implicar. Mas, vai doer, de certo... Apenas pretendo não soçobrar antes do tempo.

Mais um conjunto de sapos para engolir e ninguém com quem partilhar ou até para aplaudir... De novo o isolamento e a solidão a açambarcar o viver. Que interessa se o crescimento permitiu uma modificação que foi do verde ao vermelho, ou do preto ao branco, ou 8 ao 80???

Para felicitar tenho apenas o lado do avesso, o contraponto que nem sequer assume sê-lo, pelo que não há, sequer, felicitação...

Podia solicitar outras condições, mas como fazê-lo em face dos factos?

A expectativa é absolutamente aterradora por me saber dilacerada pela associação que se presume funcionar... E, apesar de saber que, de acordo com o ditado popular, não poder senão juntar-me a eles pois são mais fortes, também tenho consciência que não serei capaz dessa façanha, pelo que me resta nem sei bem fazer o quê!... Talvez tenha de desistir de vez, de tudo...

Não posso fazer nada, de momento... Tenho de aceitar o que se apresenta porque é assim, porque os factos são os que são e não outros. Não há alternativa. Tem de ser, paciência. O bom senso diz-me que tenha calma mas  essa está muito para além do possível...

Eis-me simples música

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.